terça-feira, 18 de novembro de 2008

Estação do Entroncamento. O comboio na linha ....



2008.11.18


A primeira memória que tenho da minha passagem pelo IUBI é a aventura da viagem com o meu Pai até à Covilhã.

Saímos, de Santa Apolonia no comboio da noite com destino à Guarda. Não era normal o meu Pai andar comigo, mas neste e noutros passos, ele estava presente.

Por isso, deixei-me ir. A dada altura oiço: " Estação do Entroncamento, o comboio que deu entrada na linha 2 destina-se à Guarda. As primeiras carruagens seguem pela beira alta com passagem ..... e as restantes pela beira baixa, com passagem pela ... Covilhã até à Guarda."

Como íamos nas primeiras carruagens alertei o meu Pai, para o facto de termos de mudar. Mas, ele disse-me que já tinha falado com o revisor e iamos bem. Como bom filho, filho do Sr. Lei - como dizem as minhas filhas "noddy" - calei-me.

Resultado, o comboio começa a andar e passado algum tempo o revisor apareceu. Ficamos a saber que íamos errados, deviamos ter mudado de carruagem. Depois de falar com o revisor o meu Pai decide sair na proxima paragem : Era um apeadeiro, qual não sei .

Saímos, o meu Pai questionou alguém, onde se podia apanhar um taxi, sendo informado que: em Tomar (se estiver errado, perdoe-me, mas já foi à algum tempo). Saímos do apeadeiro e começamos a caminhar por uma estrada que só tinha luz nos primeiros metros, depois veio o escuro, mal se vendo o caminho. Após algum tempo, o meu Pai decide voltar para trás. Voltamos ao apeadeiro.

A ideia era apanhar o primeiro comboio para o entroncamento e depois apanhar o comboio certo para a Covilhã. Agora estes filhos- da -.... não me enganam, dizia o meu Pai.

O relógio marcava 1h da manhã e o comboio apareceu às 4 e tal da manhã. Vinha cheio de tropa !

Chegamos ao Entroncamento, subimos à ultima carruagem do comboio e lá fomos até à Covilhã já a manhã ia a meio. Depois, foi subir, subir, subir, até ao IUBI, uma porta em vidro colocada no final de um beco com arvores de um lado e uma parede alta do outro.

António Di Pereira

3 comentários:

Sao Teixeira Pereira disse...

Boa Pereira!

Adorei!

A iniciatica e a história!

Tens jeito para redactor..., go on!

:-)

Depois volto..., com mais calma...

Bjs
São

Sérgio Hortas Rodrigues disse...

Xi man, não sabia que tinha sido tão difícil lá chegar! Grande aventura e a prova provada de que os pais nunca ouvem os filhos por mais certos que esles estejam...eh eh.

Aprendiz disse...

Boa!
Com esta história agora as tuas filhas vão dizer que tens que lhes dar razão também ...

Grabde recordaçõa este cartão da AEIUBI.

Rui